Produção de plástico cresceu 2,5% em 2017

O desempenho da indústria de transformados plásticos em 2017 superou as expectativas da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST) e registrou alta de 2,5% em relação a 2016. Só em dezembro o crescimento foi de 3,7% em relação ao mês anterior na série dessazonalizada. Além disso, depois de três anos registrando o fechamento de postos de trabalho, o setor encerrou o ano com a abertura de 4.696 vagas, o que significa um incremento de 1,5%. Outro dado positivo foi o de consumo, que no ano passado foi 3,9% maior que o período anterior. Os resultados foram influenciados positivamente pelo aquecimento de alguns setores, tais como máquinas e equipamentos (2,6%), eletrônicos (19,6%) e automotivo (17,2%) – que fizeram o consumo aparente crescer em 3,9% ante a 2016.

Segundo o presidente da entidade, José Ricardo Roriz Coelho, os índices mostram uma reação da economia uma vez que o plástico está presente em toda a cadeia produtiva. “A continuidade da estabilidade econômica, aliada às previsões positivas de importantes consumidores de transformados plásticos – como a construção civil e a indústria automotiva, contribuem para que tenhamos uma postura otimista para 2018”, ressalta. A entidade projetou para este ano um crescimento de 3% na produção física, 2% dos empregos e de 4,5% no consumo aparente. A expectativa de queda nos juros e inflação dentro da meta, bem como do crescimento do PIB, também contribuem para essa previsão.

Fonte: revistanews.com.br